Ouvidoria – Conheça os benefícios de ter uma equipe de conciliadores.

Provavelmente, você já ouviu aquele ditado: “prevenir é melhor que remediar”, certo? Essa máxima vale para empresas que procuram evitar litígios e, ao mesmo tempo, querem solucionar as demandas de seus clientes. A conciliação é a solução para as instituições que procuram uma alternativa eficaz, célere, econômica e segura.

O procedimento é simples, uma equipe de conciliadores vai atuar em conjunto com a Ouvidoria da instituição e quando o cliente entrar em contato apresentando a demanda ele terá o suporte dos profissionais. O objetivo do time é melhorar a comunicação entre empresa e cliente. O conciliador acolhe a reivindicação do consumidor e encaminha para a instituição, o próximo passo é buscar uma solução que corresponda a sua expectativa (atendendo suas necessidades) e que esteja de acordo com a política de solução da Ouvidoria. O consumidor tem voz ativa durante as negociações e o conciliador cria uma ponte entre as duas partes até o acordo. 

A Ouvidoria é o melhor lugar para realizar o acordo entre as duas partes. A empresa tem a oportunidade de solucionar o conflito fora dos tribunais e ainda tem a chance de fidelizar o cliente, já o consumidor evita desgaste emocional e tem uma solução célere. Vale destacar que o procedimento pode ser utilizado por diversos setores: seguradoras, planos de saúde, redes de supermercados, hospitalares e hotéis, companhias aéreas e outras organizações. Além disso, pode ser utilizado antes da ação ingressar no tribunal, durante a tramitação ou até mesmo após a sentença proferida. 

Além da celeridade, economia e segurança, outro ponto positivo da conciliação/negociação é a praticidade. As sessões contam com o auxílio da tecnologia e podem ser feitas por meio de computadores, tablets e smartphones. Comodidade para que o litigante resolva a demanda quando e onde puder. 

Empresa Amiga da Justiça

Além de benefícios para as partes, a prevenção de processos é importante para o sistema Judiciário brasileiro. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Tribunais e outros órgãos buscam a redução de processos. De acordo com o CNJ, em 2018, foram contabilizados 78,7 milhões de processos em tramitação, sendo 93,7 bilhões os gastos da Justiça, ou seja, o processo é oneroso para os envolvidos e para o Estado. 

Para fomentar o uso dos métodos autocompositivos e evitar a judicialização por parte das empresas, foi criada em 2015, a certificação “Empresa Amiga da Justiça”. Os parceiros podem utilizar o selo estilizado em campanhas publicitárias, informe a investidores e demais produções de interesse da empresa. 

Já pensou em ser uma Empresa Amiga da Justiça e resolver suas demandas de maneira célere e econômica?

 A Mediar Group é especialista em acordo que possui uma equipe de negociadores e conciliadores capacitados para ajudar a solucionar demandas fora dos tribunais. Dessa maneira, a empresa fideliza clientes e reduz custos.   

#negociação #conciliação #acordo #mediação #seguradoras #planosdesaúde #CNJ #Judiciario #desjudicialização